NOVO PROGRAMA PRETENDE CAPACITAR 1,4 MIL JOVENS LÍDERES DO AGRO NO BRASIL - SICREDI - A Educação que Transforma
NOVO PROGRAMA PRETENDE CAPACITAR 1,4 MIL JOVENS LÍDERES DO AGRO NO BRASIL

NOVO PROGRAMA PRETENDE CAPACITAR 1,4 MIL JOVENS LÍDERES DO AGRO NO BRASIL

Parceria entre Bayer e Sistema Faeg/Senar inclui workshops com especialistas sobre temas importantes do setor, como sustentabilidade

A Bayer e o Sistema Faeg/Senar lançaram a segunda edição do programa de capacitação Lidera Bayer Faeg Jovem. A expectativa é de que a parceria possa impactar 1.400 jovens no decorrer dos próximos meses.

Durante o programa, especialistas vão ministrar workshops com temáticas atreladas às demandas do atual cenário mundial do agronegócio. Em SUSTENTABILIDADE, uma das pautas serão as técnicas agrícolas que sequestram carbono e cuidam do solo, da água e da biodiversidade.

A Faeg/Senar selecionará mais de 100 jovens para participar da Academia de Líderes do Agro, um programa voltado especificamente para a capacitação de futuros tomadores de decisão no agro goiano e brasileiro. Esse programa específico será composto por workshops, palestras e treinamentos, além de mentoria e desenvolvimento de um projeto.

“Entendemos que preparar o agro para o futuro é tão urgente quanto os demais desafios do setor, e alcançar isso só será possível com o surgimento de novas lideranças no campo. Daremos continuidade à nossa parceria de sucesso com o Sistema Faeg/Senar não só para incentivar a permanência do jovem no agro, mas também para apoiá-los com ferramentas e conhecimentos que os ajudem a encarar as transformações que o setor atravessa”, afirma Elke Mittelsdorf, diretora do negócio de soja da Bayer para o Brasil e uma das líderes do programa na companhia.

“O Sistema Faeg/Senar é referência para o desenvolvimento de programas que formam protagonistas do agro. Com a parceria, contribuir para que os jovens estejam mais preparados dentro e fora da porteira, seja para assumir o trabalho na propriedade da família, seja para conduzir seus próprios projetos no agronegócio, seja para ocupar espaços importantes em entidades, sindicatos e federações”, afirma Dirceu Borges, superintendente do Senar Goiás.




(Foto: Bayer/Reprodução)

Fonte: Globo Rural